Um gajo romântico... tira-me do sério!

Sei de fonte segura que, originalmente, o texto que acompanha a imagem estava em português, mas um "camone" qualquer resolveu adulterá-lo! Mas eu, como defensora de "o seu a seu dono" e, após uma minuciosa e exaustiva pesquisa (cof... cof... cof...), eis-me, aqui, pronta para repor o texto original que rezava assim:

 

melher, sua mula, se ainda tou casado contigo... deve ser por alguma coisa, ó não? Um gaijo precisa sempre duma cabra que  lave e passe a p*ta da roupa, que faça a m*rda da comida e que teja pronta pa lhe saltarmos espinha sempre que nos der na cornadura...

Se gosto de ti... tens cada pergunta, melher! Se não gostasse nem te tinha levado na excursão ao Bom Jesus nem pás termas de Monfortinho! próxima não passas da soleira da porta qué pa ver se gostas!

 

(C*r+lho da melher, só sabe f#der a p&ta da cabeça a um home!!!)

 

Agora traz-m'aí uma jola bem fresca e as chamuças c' o jogo tá mêmo a começar! E vê lá s'a seguir levas a p&ta da cadela à rua... a gaija não pára de ganir! Se não fecha aquela matraca, ainda leva uma sapatada naquele focinho que vai parar ao coreto da praceta... F*&da-se!!!"

 

Sinto-me: a "arrebitar"
publicado por Teia d´Aranha às 00:52 |