Domingo, 30.03.08

Do ponto cruz ao ponto G

Andava eu na net à procura de uns sites sobre ponto cruz (era isso era... está-se mesmo a ver...piu!) quando dou com uma informação que já nada tinha a ver com ponto cruz... mas com um outro ponto... o G. E dizia, entre outras coisas que, segundo parece e de acordo com estudos científicos altamente credíveis e rigorosos, depois do "pontocom", o ponto G é o mais procurado!

Sobre ele já se escreveram rios de tinta, muitos homens já se descabelaram e desunharam na sua incessante busca, qual Indiana Jones... Mas grande parte ou ainda não o descobriu ou nem sequer sabe que raio de ponto é esse... Ah, pois é...

 E julgam que este desconhecimento é apenas apanágio do sexo masculino? Nããããã... Pode parecer inverosímil, mas há por aí muita fêmea para quem esse famoso ponto constitui uma incógnita... Pelo menos, lá para os lados de "nuestros hermanos", é assim... Ora vejamos:

 

 

Aviso: reconheço que podem ter estranhado o rumo que este blog tem andado a tomar... Ele é orgasmo, ele é desejo e, hoje, ponto G. Talvez seja da Primavera, do pólen que anda no ar... Talvez não...

Mas estou apostada (ou não) em repor a dignidade que sempre caraterizou a minha "teia"... Tanto é que, no próximo post, vou voltar a abordar assuntos verdadeiramente interessantes... Diria até que será um autêntico serviço público! Estou a pensar no tema "Reciclagem de óleos alimentares"... Parece-vos bem?

 

Sinto-me: primaveril...
publicado por Teia d´Aranha às 15:47 | Comentar | Ver comentários (20)
Quinta-feira, 27.03.08

Não se aceitam encomendas

Ontem, do outro lado do Atlântico, pediram-me que escrevesse sobre... DESEJO... Não disse nem que sim, nem que não... disse que ia pensar no assunto.

A minha indecisão teve a ver, fundamentalmente, com a temática. É que "Desejo" é um conceito tão vasto! Pode ser analisado e discutido de todas as maneiras e feitios! Não é que  eu não consiga escrever sobre o assunto, mas estou certa que acabaria por abordá-lo de forma muito pouco cristã e isso poderia ferir susceptibilidades de almas mais regradas...

De qualquer forma, avaliei o pedido e cheguei a uma conclusão: não consigo escrever assim com orientações, com tema imposto, por "encomenda". É como se me dissessem: "Epá, faz-me aí um dúzia de rissóis, duas de croquettes  e uns pastelinhos de bacalhau!"

 

 (Não pensem que me dedico a confeccionar e a vender salgadinhos... mas se quiserem umas "quiches"... é uma questão de conversarmos...  Também alugo sala para despedidas de solteiro/a,  casamentos, baptizados, divórcios, conferências e reuniões daqueles produtos que fazem emagrecer. Indiquem, por favor,  se  querem conjunto de baile ou organista)

 

(Limp Bizkit - My Way)

 

Sinto-me: "escritora" independente
publicado por Teia d´Aranha às 17:28 | Comentar | Ver comentários (18)
Terça-feira, 25.03.08

Há versões fantásticas... não há? (parte II)

Desde Janeiro que não dava seguimento ao capítulo "Há versões fantásticas... não há?".

 

Um dia, o tomenota deu-me a conhecer esta versão acústica, bem distinta da original... Adorei!

 

E hoje sinto-me tão leve... que me apeteceu ouvi-la de novo e, como não sou egoísta, partilho-a convosco (quem é amiga, quem é? Não estou a ouvir nada! Podem responder mais alto?).

 

A imagem do vídeo está uma bosta, mas o que conta é mesmo o som! Enjoy...

 

 (Matt Weddle - Hey ya) 

 

 

 

Sinto-me: com aquele sorriso parvo...
publicado por Teia d´Aranha às 23:41 | Comentar | Ver comentários (10)
Sexta-feira, 21.03.08

Páscoa e... orgasmo

Podem tirar imediatamente esse olhar guloso e esse sorriso rasgado do rosto... e, alguns de vós, limpar a baba também não seria má ideia!

 

Estavam à espera que vos falasse da Páscoa, certo? Pois, mas lamento desapontar-vos e derrubar de forma tão cruel as vossas expectativas... No título do post, apenas me socorri do vocábulo "Páscoa" para atrair as vossas atenções. Portanto, se vinham esperançados em encontrar mil e uma receitas de folares ou de amêndoas ou, porventura, todos os segredos sobre a arte de enfeitar os ovinhos... vieram, obviamente, ao blog errado! São livres, por isso, de bater com a porta (mas sem fazer barulho, por favor, que é falta de educação) e de maldizer a hora em que aqui vieram parar.

 

O que eu realmente vou abordar é a fastidiosa temática do... orgasmo.

Descansem também os mais cépticos, pois não vou, de forma alguma, desvendar segredos da minha vida sexual. Isso é apenas feito em local apropriado e com quem de direito.... Vou, sim, uma vez mais, usurpar as palavras do sapiente Charles Chaplin para partilhar convosco a concepção dele acerca do que seria o ciclo perfeito da vida:

 

"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás para a frente. Nós deveríamos morrer primeiro, livrarmo-nos logo disso.
Daí iríamos viver num lar de idosos, até sermos postos de lá para fora por estarmos muito novos. Ganharíamos um relógio de ouro e iríamos trabalhar. Então, depois disso,  trabalharíamos 40 anos até ficarmos novos o bastante para podermos aproveitar a reforma. Nessa altura, curtiríamos o máximo, beberíamos bastante álcool, faríamos festas e preparar-nos-íamos para ir para a  faculdade.
De seguida, íriamos para o ensino secundário, teríamos vária(o)s namorada(o)s, tornar-nos-íamos crianças, sem nenhuma responsabilidade... Por fim, seríamos um bebé de colo, voltaríamos para o útero da mãe e passaríamos os últimos nove meses de vida flutuando. E terminaria tudo com um óptimo orgasmo! Não seria perfeito?"

 

Se esta visão pudesse ser transposta para a realidade, desconfio que um mar de gente iria querer nascer de novo...

... muitas e muitas vezes...

(H.I.M. - Join Me In Death)

 

Sinto-me: um pouco herege...
publicado por Teia d´Aranha às 19:20 | Comentar | Ver comentários (24)
Quinta-feira, 20.03.08

Os gajos pensam em tudo!

Os Americanos não param de me surpreender! Quase tudo o que vem dos "Estates" é surreal...

 

Não é que agora um cérebro iluminado lá daquela terra arranjou uma brilhante solução para melhorar o sucesso escolar da canalha, para os incentivar a marrar desalmadamente... E qual é? Contenham-se... sentem-se... respirem fundo... e abram bem os olhos para terem bem a certeza do que vão ler...

 

A solução é... pagar à estudantada para irem fazer os exames!!! Os meninos ganham uns cobres por se darem ao trabalho de comparecer e fazer os exames!!!

 

Será que a moda vai pegar por cá? É que... de repente... lembrei-me de uma data de cursos que ainda gostaria de tirar...

 

(Aerosmith - Crazy)

 

Sinto-me: cheia de vontade de estudar!
publicado por Teia d´Aranha às 00:06 | Comentar | Ver comentários (10)
Terça-feira, 18.03.08

Quando me amei de verdade

 

"Quando me amei de verdade,
compreendi que em qualquer circunstância,
eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exacto.
E, então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... 

Auto-estima. 

Quando me amei de verdade,
pude perceber que a minha angústia, o meu sofrimento emocional,
não passa de um sinal de que estou a ir contra as minhas verdades.
Hoje sei que isso é... 

Autenticidade.

Quando me amei de verdade,
parei de desejar que a minha vida fosse diferente
e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo a isso...

Amadurecimento.

Quando me amei de verdade,
comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação
ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo,
mesmo sabendo que não é o momento
ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é...

Respeito.

Quando me amei de verdade,
comecei a livrar-me de tudo que não fosse saudável ...
Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo.
De início, a minha razão chamou a essa atitude... egoísmo.
Hoje sei que se chama...

Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre
e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projectos megalómanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é...

Simplicidade.

Quando me amei de verdade,
desisti de querer ter sempre razão e, com isso, errei muito menos vezes.
Hoje descobri a...

Humildade.

Quando me amei de verdade,
desisti de ficar a reviver o passado e de me preocupar com o futuro.
Agora, mantenho-me no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez.
Isso é...

Plenitude.

Quando me amei de verdade,
percebi que a minha mente pode atormentar-me e decepcionar-me.
Mas quando eu a coloco ao serviço do meu coração,
ela torna-se uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é....

SABER VIVER!!!

 

Não devemos ter medo dos confrontos...

Até os planetas chocam e do caos nascem as estrelas."

 

 

  (Charles Chaplin) 

 

(Bruce Springsteen - Thunder Road)

(Façam-me um favor... Esqueçam a péssima imagem do vídeo, mas ouçam a música e sintam a letra... Juro-vos que vale a pena, mesmo que não apreciem o Boss)

 

 

Sinto-me: Viva!
publicado por Teia d´Aranha às 00:37 | Comentar | Ver comentários (20)
Sábado, 15.03.08

Alguma vez sentiram...

... que tudo se tornaria mais fácil, mais simples se determinada pessoa vos... odiasse?

  

"Hate me today.
Hate me tomorrow.
Hate me for all the things i didn't do for you.
Hate me in ways, yeah ways hard to swallow.
Hate me so you can finally see what's good for you."


(Blue October - Hate Me)
Sinto-me: Não sinto...
publicado por Teia d´Aranha às 23:14 | Comentar | Ver comentários (18)
Sexta-feira, 14.03.08

E não é que isto se pega!

Vou já avisando a malta: que mais ninguém do meu grupo de amigos (o que vale é que são poucos...) se lembre de aderir à blogosfera! É que corro o risco de virar blog de divulgação de outros blogs! (estou a reinar, ok?)

 

Amigos... vão com calma! Virem as vossas atenções para outras distracções. Sei lá... leiam a "Dica da Semana", dediquem-se aos arraiolos, à criação do bicho da seda ou da minhoca, façam Sudoku, coleccionem pacotes de açucar... mas não inventem mais blogs!

 

E qual é o blog de hoje? O blog de hoje é daqueles muito especiais porque pertence a alguém igualmente especial... Já aqui falei dela neste post, da "minha framboesa". A sua sensiblidade, maturidade e alegria dar-nos-ão certamente instantes onde o nosso tempo será dado como muito bem empregue! Eu já lá fui e não arredo pé... Ora espreitem... é um instante!

 

(Queen - Friends Will Be Friends)

 

Sinto-me: Feliz por ter uma amiga assim!
publicado por Teia d´Aranha às 00:57 | Comentar | Ver comentários (18)
Quarta-feira, 12.03.08

Já tomei nota!

Tencionava "postar" apenas no fim-de-semana, não que me falte tema, pois já há muito que ando com um em mente, mas porque me falta disponibilidade, vontade, ânimo. Contudo, hoje, quebrei a minha intenção... e justifica-se plenamente.

 

E porquê? Porque queria assinalar aqui o nascimento de um novo blog! Depois de alguma insistência minha, o A.C. lá se resolveu estrear na blogosfera... Até que enfim!

 

Sou suspeita para falar, mas tenho a certeza que ele se vai sair bem. Eu, pelo menos, tenciono "segui-lo" atentamente, pois daquilo que conheço dele, o blog terá de tudo: posts que nos arrancarão sorrisos, que nos farão reflectir, que nos deixarão músicas de gosto inquestionável ( na música, o "gaijo" é barra!).

 

Se quiserem comprovar o que vos digo, basta ir aqui...

Boa sorte para o Tome Nota!

 

(Metallica - Until it Sleeps) 

 

Sinto-me: Orgulhosa de ti (Sr. Toc)!
publicado por Teia d´Aranha às 23:44 | Comentar | Ver comentários (6)
Segunda-feira, 10.03.08

Andam a desafiar-me!

O "menino" Jorge resolveu desafiar-me no seu blog... Como não sou "gaija" de me ficar, aqui estou eu de mangas arregaçadas, pronta para a "luta" e possivelmente, no fim, terei conseguido denegrir (ainda mais) a minha imagem...

Let's go!

Se eu fosse um mês seria... Julho... Escolhi o mês ideal para vir ao mundo.

Se eu fosse um dia da semana seria... sexta-feira... mas só depois das 18 horas!

Se eu fosse um número seria... o 7... Que saudades tenho do Figo!

Se eu fosse um planeta seria... Júpiter… Se é para ser, que seja em grande!

Se eu fosse uma direcção seria... a que me levasse a umas férias inesquecíveis.

Se eu fosse um móvel seria... a cama... É um móvel, certo?

Se eu fosse um líquido seria... champanhe... Eu não disse espumante! É "champagne" mesmo!

Se eu fosse um pecado seria... uuuuuiiiiiiiiiii, não me consigo decidir...

Se eu fosse uma pedra seria... uma daquelas pretas da calçada à portuguesa. Nada de pedras preciosas, guardadas em bancos ou em redomas!

Se eu fosse um metal seria... a platina. Pedir por pedir... que seja algo que valha a pena!

Se eu fosse uma árvore seria... um sobreiro. Não sei explicar o fascínio que tenho por estas árvores. Deve ser o meu lado terra-a-terra...

Se eu fosse uma fruta seria... uvas... Daquelas enormes e rijas que até estalam quando as trincamos!

Se eu fosse uma flor seria... um jarro branco... Pela beleza e simplicidade.

Se eu fosse um clima seria... tropical... sem  margem para dúvida! Eu quero é sol... muito sol!

Se eu fosse um instrumento musical seria... viola ou guitarra... claro está e, de preferência, ser dedilhada pelo Boss!

Se eu fosse um elemento seria... o fogo... Não aquele que destrói, mas aquele da lareira... que aquece, que transmite bem-estar e conforto.

Se eu fosse uma cor seria... o preto... Sem conotação mórbida! Gosto da cor pela sobriedade.

Se eu fosse um animal seria... um leão... Aliás, já sou leoa a dobrar!

Se eu fosse um som seria... o das palavras ditas ao ouvido...

Se eu fosse uma canção seria... "Stairway to Heaven" (Led Zeppelin).

Se eu fosse um perfume seria... Gucci, eau de parfum II... É o que uso ultimamente.

Se eu fosse um sentimento seria… o amor... Também comanda a vida, não é apenas o sonho!

Se eu fosse um livro seria… "Ensaio sobre a cegueira" (J. Saramago).

Se eu fosse uma comida seria… bacalhau com natas.

Se eu fosse um lugar seria… um monte alentejano... com uma casa caiada de branco, risca azul e com um alpendre bem grande, onde está pendurada uma rede que nos convida a deitar e a deixar os nossos pensamentos baloiçarem...

Se eu fosse um gosto seria… o do chocolate... Sou quase dependente!

Se eu fosse um cheiro seria… o da maresia.

Se eu fosse uma palavra seria… sorriso.

Se eu fosse um verbo seria… lutar.

Se eu fosse um objecto seria... uma caneta de tinta permanente preta. Adoro escrever com canetas de aparo...

Se eu fosse uma peça de roupa seria… calça de ganga... forever!

Se eu fosse uma parte do corpo seria… as mãos.

Se eu fosse uma expressão seria… uuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Se eu fosse um desenho animado seria… o "velho" Tom Sawyer.

Se eu fosse um filme seria… "As Horas".

Se eu fosse uma forma seria… o círculo... Dizem ser o símbolo do Universo.                                                    

Se eu fosse uma estação seria… se fôr estação do ano, seria o Verão; se fôr estação de metro, seria qualquer estação do metro de Paris.

Se eu fosse uma frase seria… “Dos fracos não reza a história".

 

Agora sou eu que convido todos os que por aqui passarem a também aceitarem o desafio... Passarei depois nos vosso blogs (se deixarem as vossas "pegadas" nos comentários, claro!) para cuscar as vossas respostas.

(Matchbox Twenty - Unwell)

 

Sinto-me: "missão cumprida"
publicado por Teia d´Aranha às 09:19 | Comentar | Ver comentários (8)

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

 

  • El meu marit i jo vam tenir la sort de tenir un pr...
  • Oláaa, alguém sabe onde se encontram...
  • Pode ser interessante...Para quem gosta e QUER esc...
  • Fiquei triste, admirava mesmo a forma como escrevi...
  • É pena! O que aqui encontrei foi um regalo para os...

subscrever feeds