Segunda-feira, 27.10.08

Ao sinal verde...

 ... eu volto. 

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 18:07 | Comentar | Ver comentários (38)
Sexta-feira, 24.10.08

Homens, estais tramados com F grande!

 

Finalmente encontrei quem me desvende todos os segredos do universo masculino! Quem ponha a nu todas as fraquezas, receios, pensamentos e desejos dos denominados machos. Tudo isto, tendo sempre implícita a relação com o chamado "sexo fraco".

 

(Fraco, o tanas! Se assim fosse andavam todos a copular com abóboras! Faziam lá um buraquinho e pronto. E o argumento de que abóbora não geme... não é válido!).

 

Homens, tenham medo... muito medo... Acho até que se podem borrar com tanta cagufa.

Nós, "gaijas", temos, mais do que nunca, "a faca e o queijo na mão".

Não tentem continuar a ludibriar-nos que é tarefa inglória! Mas isso, já vocês sabiam, certo?

 

 

 (Um clima de insegurança e de preocupação de que não há memória já se faz sentir...)

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 00:01 | Comentar | Ver comentários (40)
Terça-feira, 21.10.08

Pára tudo!!! (e descubram por que não respondi aos comentários anteriores)

 

Tenho muitas vezes a sensação estranha de que há coisas que só eu faço, em que só eu penso ou reparo. Aquele sentimento de ser extraterrestre, de viver num mundo muito próprio, estão a ver? E não é de hoje. É desde que me conheço por gente. Aliás, estou mesmo convicta de que os meus pais resolveram não aumentar a prole com receio que os rebentos seguintes tivessem características semelhantes às minhas.

 

Contudo, se até hoje era apenas uma sensação, uma desconfiança, os comentários que foram feitos ao meu anterior post deram lugar à certeza. É que ninguém me compreendeu, ninguém captou a essência e o objectivo do texto. Pelo menos quem comentou não o conseguiu. E vai daí, recebo comentários sentidos e solidários com os estados de espírito lá retratados.

 

O que é que eu fui fazer?!

 

Meus amigos, eu sei que 97% de vós não me conhece de parte alguma a não ser daqui, das frases que lê, dos pensamentos aqui expressos, que, frequentemente, se revestem de uma ironia ou humor que eu pensava já terem captado. Mas não captaram. E a culpa não é vossa. É minha... porque sou parva. Tão simples quanto isto!

 

Quando escrevi o post, a minha intenção era que inicialmente pensassem que tudo o que liam se referia ao que Eu estava a sentir, a viver, mas, por outro lado, acreditei piamente que quando se deparassem com a foto ilustrativa concluíssem que, afinal, eu me tinha limitado a "vestir" a pele daquela nazarena e transposto para o post os hipotéticos sentimentos e reflexões DELA (a falta de dinheiro, de clientela que vai à praia, mas não compra...  e tudo o mais)! Senti-me como se vos tivesse enganado!

 

Isto serviu para me provar que nem sempre as nossas intenções, as nossas palavras, mensagens ou actos são entendidos da forma que esperávamos... É andar e aprender!

 

Agora vou ali ao Sítio da Nazaré dizer à senhora que é melhor acordar e ir para casa que vem lá chuva...  

(The Killers - Read My Mind)

 

publicado por Teia d´Aranha às 17:06 | Comentar | Ver comentários (22)
Domingo, 19.10.08

Retrato da minha vida

Tenho andado sem energia. Sem tempo. Sem ânimo. Sem dinheiro. Talvez não seja a única. A crise económica, o pessimismo, a falta de confiança no futuro, o medo do colapso chegaram a todo o lado... e a todos.

 

O domingo até costuma ser o meu melhor dia da semana. Sobretudo quando o sol se deixa de caprichos e dá um ar da sua graça. O povo sai à rua e sempre dá para animar... ou dava.

 

Hoje está a ser um domingo diferente. As ruas estão praticamente desertas. Evita-se sair à rua e, consequentemente, gastar dinheiro.

Alguns casais, a maioria já de idade avançada, vêm até à praia, mas estacionam o carro na marginal e ali ficam. Normalmente, ele vai lendo o jornal ou ouvindo uma estação de rádio local, acabando, não raras vezes, por adormecer. Ela, munida da agulha de crochet, vai dando laçadas e traçando desenhos que lhe desviam o pensamento daquela vida tão sem sabor. De quando em vez, desvia o olhar para algum dos poucos casais que passeiam de mãos dadas e sente nostalgia do tempo em que aquela imagem era sua e daquele homem que ressona ao seu lado. Não sabe porque tudo se tornara tão diferente, mas também já não quer saber. Já não estou em idade de mudar o que quer que seja, pensa ela.

 

Devem estar a pensar em que é que tudo isto me afecta. Mais do que possam imaginar... Sinto, cada vez mais, que o meu optimisto e a minha capacidade de lutar me foram roubados. E é no auge deste meu sentimento que me vou abaixo, que me afundo no desalento e que mergulho num sono profundo, desejando, secretamente, não mais sair dele... 

 

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 16:35 | Comentar | Ver comentários (15)
Quarta-feira, 15.10.08

Dúvidas que me tiram o sono e me fazem roer as unhas dos pés (ep.1)

 

O prometido é devido. Cá está a nova rubrica e a primeira dúvida:

 

 Quando cheiro meia dúzia de amaciadores para a roupa antes de me decidir pela compra de um... isso significa que sou uma "gaija" decidida como o caraças? Que os momentos mais excitantes da minha vida são as idas ao hipermercado e por isso há que dedicar todo o tempo do mundo a essa tarefa? Ou nenhuma das duas?

 

Esqueci-me de mencionar que antes de mergulhar no maravilhoso mundo dos amaciadores, certifico-me que ninguém me está a observar. 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 14:57 | Comentar | Ver comentários (36)
Domingo, 12.10.08

E porque este blog ainda não é suficientemente parvo...

 

... será brevemente inaugurada a rubrica " Dúvidas que me tiram o sono e me fazem roer as unhas dos pés".

 

(The Perishers - Trouble Sleeping)

 

publicado por Teia d´Aranha às 12:22 | Comentar | Ver comentários (28)
Quinta-feira, 09.10.08

Curta e grossa (take 2)

 

Pronto, já vi que és de compreensão lenta, muito lenta mesmo...

 

E se eu te fizer um desenho... já percebes?

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 14:43 | Comentar | Ver comentários (40)
Segunda-feira, 06.10.08

De mala aviada

 

Sexta-feira. Há muito que estava programado, mas só agora o meu desejo de partir iria concretizar-se. Sozinha desta vez.

A minha mania da organização, levou-me  a confirmar, uma vez mais, que tudo aquilo de que iria precisar estava dentro daquela mala, embora  tudo se cingisse a escassas peças de roupa, um livro, máquina fotográfica e outros pequenos objectos pessoais.

Seria apenas um fim-de-semana, mas daria certamente para colocar as ideias em ordem, descansar e sentir que estava viva.

Paris esperava-me. Não precisava de mapas, de roteiros, de lista de locais a visitar.  Conhecia a "Cidade das Luzes" quase como a palma das minhas mãos. Ansiava por sentir o burburinho das grandes avenidas, por me misturar no meio da multidão matizada de culturas e raças diversas, por me sentar na esplanada de um bistrot com vista para o Sena.

Coloquei o bilhete de avião no saco e dei volta à casa para ter a certeza que todas as janelas ficariam bem fechadas e nenhuma luz acesa. Não havia mais tempo a perder. Nessa noite dormiria já longe daqui.

Em pouco mais de uma hora estava no aeroporto. Pouca gente para efectuar o check-in, não dando sequer tempo de aumentar a minha ansiedade. Dirigi-me para a porta de embarque que me fora indicada e, de repente, um som estridente invade-me os ouvidos, a ponto de enlouquecer...

 

 

... Estico o braço, acabo com aquele barulho e penso: "F*da-se! Cabrão!Filho da p&ta! C*ralhinho do despertador!!! Logo agora que eu ia embarcar!!!"

 

Não havia volta a dar... Era 2ª feira, início de mais uma semana de trabalho. 

 

publicado por Teia d´Aranha às 19:08 | Comentar | Ver comentários (20)
Quinta-feira, 02.10.08

Curta e grossa (take 1)

 

Há homens que nos dão  volta à cabeça.

 

Outros ao estômago.

 

E existem ainda aqueles que  têm o condão de conseguir as duas coisas ao mesmo tempo!

 

(Tantric - Down And Out)

 

* Há atitudes de merda para as quais já não tenho pachorra... Sou uma "gaija" sem paciência é o que é...

 

publicado por Teia d´Aranha às 23:03 | Comentar | Ver comentários (41)

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

 

  • El meu marit i jo vam tenir la sort de tenir un pr...
  • Oláaa, alguém sabe onde se encontram...
  • Pode ser interessante...Para quem gosta e QUER esc...
  • Fiquei triste, admirava mesmo a forma como escrevi...
  • É pena! O que aqui encontrei foi um regalo para os...

subscrever feeds