Sábado, 29.11.08

Eu sei onde estão...

 

... os homens que lutam pelo amor.

 

Estão nos filmes.

 

E  nos vídeos de excelentes músicas.

 

(Guns N' Roses - This I Love)

  

publicado por Teia d´Aranha às 12:58 | Comentar | Ver comentários (30)
Segunda-feira, 24.11.08

Very far away

 

 

 

"Existe um país chamado Passiva-Agressiva, e eu sou a rainha dele."

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 15:05 | Comentar | Ver comentários (22)
Sexta-feira, 21.11.08

Agora... o que me apetecia mesmo era...

 

... telefonar à entidade patronal e dizer-lhe que estou com um desarranjo intestinal que me impede de mexer o cú para ir trabalhar,

... pegar, de seguida, no carro e procurar uma esplanada, onde saborearia um café e deixaria que os meus olhos mergulhassem no mar,

... fazer o euromilhões com aquela fezada de que "é hoje!",

... andar de baloiço como se ainda tivesse 5 anos,

... lambuzar-me com bolos cheios de creme,

... voltar a andar de bicicleta,

... fazer aquela tatuagem pensada há séculos,

... combinar aquele jantar com amigos que não vejo há muito tempo,

... ler um jornal, donde tivessem sido banidas as más notícias,

... colher sorrisos e olhares meigos,

 

... acreditar que tudo isto pode ser possível... um dia. Mesmo que não seja o de hoje.

 

(Pearl Jam - WishList)

 

publicado por Teia d´Aranha às 11:26 | Comentar | Ver comentários (32)
Terça-feira, 18.11.08

Dúvidas que me tiram o sono e me fazem roer as unhas dos pés (ep.2)

 

Tenho ouvido as notícias desportivas da última semana e parece que a coisa para os lados da Luz está ao rubro! Elementos da claque "No Name Boys" foram presos, uns estão já com pulseira electrónica, outros ainda a ser ouvidos. Segundo dizem as "más" línguas, a culpa foi do pó branco e  das armas que estavam na posse dos lampiões.

 

Perante isto, há uma questão que não tem parado de me atormentar o espírito: não seria mais sensato, legítimo e coerente o Benfica passar a chamar-se... Arsenal?

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 22:12 | Comentar | Ver comentários (26)
Domingo, 16.11.08

Há versões fantásticas... não há? (parte III)

 

Alguém sabe quem foram os New Order? Eu dou uma ajudinha: uma banda inglesa, surgida nos anos 80, com elementos vindos do grupo Joy Divison... Humm... Também não vos diz nada, Joy Division... Ok! Pronto, não interessa. Tivessem estudado!

Um dos temas que celebrizou os britânicos New Order foi "Bizarre Love Triangle", que os mais curiosos podem ouvir aqui.

Por estes dias, encontrei uma versão com uma sonoridade completamente diferente, mas que, na minha modesta opinião, valoriza mais a espectacular letra. Façam o favor de ouvir ( a música é curtinha) e digam lá se não é qualquer coisa... Ou será que sou eu que estou a atravessar mais um momento "pézinho de salsa"?

 

(Frente! - Bizarre Love Triangle)

 

publicado por Teia d´Aranha às 23:12 | Comentar | Ver comentários (25)
Quarta-feira, 12.11.08

O chamado "post cagão"

 

Estava eu descansada da vida, a dar uma vista de olhos nos visitantes da Teia e a tentar decidir se o jantar seria carapaus de escabeche ou asas de frango no forno, quando, de repente, constato que tenho visitantes vindos da página da Prova Oral, da Antena 3... Achei muito (para não dizer muitíssimo) estranho, mas fiquei com a secreta esperança que, finalmente, o meu talento (cof... cof...) tivesse sido descoberto por algum "monstro" da comunicação social. Vai daí e porque a curiosidade é pior que o deus me livre, resolvo investigar e clico na página da Antena 3 e eis que... me deparo isto: 

 

 

 

 

Fiquei inchada, confesso! Tanto mais que desconheço como lá fui parar, mas agradeço aos responsáveis!

 

P.S: Não, não fiz favores sexuais ao Fernando Alvim... ao contrário do que algumas mentes porcas já quiseram insinuar...

 

publicado por Teia d´Aranha às 21:45 | Comentar | Ver comentários (43)
Segunda-feira, 10.11.08

Ó tempo volta p'ra trás...

 

Esta cabecinha já não é o que era e, por vezes, mistura tudo e faz umas confusões do caneco. Prova irrefutável  disso mesmo foi eu ter dito que o Ima me tinha impingido o desafio anterior quando, na realidade, me atirou com  este que vinha com o título "Life Changing Meme" e que eu resolvi alterar por não ter percebido que raio de título era aquele e porque gosto de personalizar as coisas, como boa mete-nojo que sou.

 

O desafio consiste em dizer aquilo que,  se  eu pudesse, mudaria nas minhas rotinas, projectos ou opções que tomei nos últimos anos.

 

Então, vamos lá desvendar mais umas coisinhas da minha vidinha:

 

1 - não me teria remetido ao silêncio, sempre que a minha professora primária me fez "festas" na cabeça com a famosa cana da índia só por causa da minha incompatibilidade com números.

Teria antes pedido para ir à casa-de-banho, onde daria umas boas cabeçadas na parede até ficar com uns hematomas de fazer inveja a quem tivesse sido atropelado por um camião Tir, enfeitaria ainda os meus braços com umas belas mordidelas e, para completar o quadro, semearia, aqui e ali, umas arranhadelas visíveis a 100 metros. Feito isto, ligaria, de seguida, para a polícia, denunciando a prof., e chamaria a TVI para fazer a reportagem, onde exibiria as marcas dos supostos maus tratos infligidos pela docente. Por esta altura, já se ouviriam as vozes de revolta dos todos os pais da aldeia e de todas as aldeias circundantes que não perderiam a oportunidade de mostrar a sua solidariedade num momento tão difícil e, sobretudo, em frente a uma câmara de televisão.

Uma vez afastada a professora de toda a sua actividade profissional, a minha missão estaria cumprida e eu teria sido uma criança muito mais feliz, menos traumatizada e, quem sabe, com um talento invejável para números.

 

2 - nunca teria prosseguido estudos e tirar um curso seria uma hipótese jamais equacionada .

Em vez disso, teria participado num programa de televisão, onde apareceria sempre com cara de pobrezinha muito boazinha, diria que adoro crianças  e que gosto de ajudar os velhinhos e à pala disso conseguiria ter um programa aos domingos de manhã que se chamaria "Bety" (em vez de "Lucy"), onde bastaria cantar como se estivesse com  prisão de ventre e aparecer com trajes que tapassem uma ínfima parte das carnes. Hoje, teria um bruta vivenda no norte e ser-me-iam atribuídos namorados como Cristiano Ronaldo e Michael Carreira... Esta seria a parte mais intragável do meu percurso, mas há sacrifícios que é preciso fazer...

 

3 - não teria aceite de bom grado e com um sorriso que mostrava todo o meu teclado, o primeiro carro que tive, oferecido pela minha mãe, que vim a saber, mais tarde, ter já tido seis donos! O carro, entenda-se,... não a minha mãe! 

E além dos numerosos proprietários, aquele chaço consumia mais água do que gasóleo, facto que me proporcionou momentos únicos de imensa felicidade sempre que me obrigava a parar em plena auto-estrada para dar água ao "animal".

 

4 - teria chamado florzinha, rabeta e outros sinónimos fofos ao meu primeiro namorado quando ele me veio com a conversa de que ainda éramos muito novos para coiso e tal e que eu me deveria "guardar" para mais tarde e mais não sei o quê...

Meu querido, caso eu tenha a sorte de vires a ler isto, fica sabendo que a disfunção eréctil de que sofres hoje... foi praga minha.

 

Como já subverti o intuito do desafio até dizer chega, sinto-me à vontade para não o passar a ninguém. Quem quiser pegar nele, be my guest!  

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 18:46 | Comentar | Ver comentários (20)
Quinta-feira, 06.11.08

Assim, juntinhos é que eu gosto!

 

E quando o mesmo desafio (apenas com uma ou outra nuance) é lançado por três pessoas... isso é? Um azar do c*ralhinho!!!

O Ima, a Irracional e a Caracolinho, sabendo que sou uma "gaija" que consome tanta música quanto uma dona de casa reformada consome de novelas da TVI e de "Tardes da Júlia", acharam que eu seria a otária perfeita para aceitar mais esta provação. E sabem que mais? Adorei!

E para que os três rejubilem, darei três respostas a cada uma das perguntas (esta é a parte que confirma que sou mesmo uma otária)!

 

O desafio consiste em:

 

I - colocar uma foto minha.

Como tenho a fama de rebelde, não vou obedecer a esta alínea!

1º Porque não me apetece.

2º Porque isto é suposto ser um blog e não o cartaz de divulgação do próximo FantasPorto.

 

II -  escolher uma banda/ artista.

Quem me conhece de ginjeira sabe que eu só poderia escolher Bruce Springsteen, "The Boss"!

 

III - responder a perguntas apenas com títulos  da banda/ artista escolhido.

(A opção de responder com excertos de letras também é aceitável)

 

IV - escolher 4 pessoas a quem passar este "mimo", não esquecendo de as avisar.

 

E as perguntas são:

 

1- és homem ou mulher?  

"Gipsy Woman", " Mary Queen Of Arkansas", "Jersey Girl"

 

2- descreve-te.  

"No Surrender", "Be True", " Born To Run"

 

3- o que acham as pessoas de ti?  

"Secret Garden", "Hearts Of Stone", "You Can Look (But You Better Not Touch)"

 

4- como descreves o teu último relacionamento?  

"I'm A Coward (When It Comes To Love)", "Heart Full Of Soul", "Glory Days"

 

5- descreve o estado actual da tua relação com o teu (tua) namorado(a) ou pretendente.  

 "All I Need", "Crush On You", " Fire"

 

6- onde querias estar agora?

"Viva Las Vegas", "Back In Your Arms Again", " I Wanna Be Where The Bands Are"

 

7 - o que pensas a respeito do amor?  

" All Or Nothing At All", "Human Touch", "Two Hearts"

 

8- como é a tua vida?  

"Get Up And Stand UP", "Code Of Silence", "My Best Was Never Good Enough"

 

9 - O que pedirias se pudesses ter um só desejo?

"Forever Young" (aqui só pede um... pronto, é um!)

 

10 - escreve uma frase sábia. 

"Don't Look Back",  "You Gotta Fight (Fight For What You Want), " A Good Man Is Hard To Find"

 

Agora vou distribuir o mal pelas aldeias e convoco para este desafio:

 

O Presidente

A Gaja

O Tome Nota

A Sophia

 

(Fire - Bruce Springsteen) 

 

publicado por Teia d´Aranha às 00:29 | Comentar | Ver comentários (14)
Domingo, 02.11.08

Queria um Eddie só para mim

 

Este fim-de-semana, uma reportagem a que assisti terminou com uma música que me soube tão bem voltar a ouvir...

Além de ser de alguém que admiro muito enquanto músico, tem uma letra daquelas que sinto que se me cola à pele e a melodia é... arrepiante.

Mas isto sou eu a falar... Eu que me deixo levar por notas de viola e por palavras conjugadas de forma admirável, capazes de me fazer parar para as ouvir... Apenas isso... ficar quieta, ouvir, sentir...

 

(Eddie Vedder - Garanteed)

 

One bended knee is no way to be free
LIfting up an empty cup i ask silently
that all my destinations will accept the one that's me
so i can breathe -.

Circles they grow & they swallow people whole
half their lives they say goodnight to wives theyll never know
got a mind full of questions and a teacher in my soul
and so it goes -.

Don't come closer or I'll have to go -.
owning me like gravity are places that pull
If ever there was someone to keep me at home
it would be you-.

Everyone i come across in cages they gought
They think of me & my wandering but im never what they thought
got my indignation but im pure in all my thought
I'm alive.

Wind in my hair i feel part of everywhere
underneath my being is a road that disappeared
late at night i hear the tress, they're singing with the dead
overhead

Leave it to me as i find a way to be
consider me a satellite forever orbiting
I knew all the rules but the rules did not know me
Guaranteed.
 
 

 

publicado por Teia d´Aranha às 14:52 | Comentar | Ver comentários (22)

Just like i said

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 14:21 |

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

 

  • El meu marit i jo vam tenir la sort de tenir un pr...
  • Oláaa, alguém sabe onde se encontram...
  • Pode ser interessante...Para quem gosta e QUER esc...
  • Fiquei triste, admirava mesmo a forma como escrevi...
  • É pena! O que aqui encontrei foi um regalo para os...

subscrever feeds