Terça-feira, 30.06.09

Esta coisa dos comentários moderados até dá um certo jeito...

 

Quem frequenta este blog com relativa assiduidade, sabe que sou danada para fazer um favor ou outro que me peçam, desde que esteja ao meu alcance e que eu esteja para aí virada, vá... Já coloquei, por exemplo, links para questionários que serviram de objecto de estudo a teses de mestrado ou doutoramento. Já publicitei até outros blogs acabadinhos de nascer e pertencentes a pessoas que, de uma forma ou de outra, me são próximas.

 

Agora, há que deixar bem claro que eu até me viro do avesso para atender a um pedido... desde que o mesmo seja feito com jeitinho! Ah pois é... Já diz o ditado que, frequentemente, a raiz do problema não está no que se diz, mas na forma como se diz. Neste caso, na forma como se pede.

 

E tudo isto a propósito de quê? A propósito que um comentário (que não aprovei... só porque posso!) deixado no meu blog que apenas dizia "Visitem" e seguido, obviamente, de um endereço de um blog que, por acaso, é da "concorrência", mas esse não foi de todo o motivo que me levou a recusar o comentário.

 

Na qualidade de dona e senhora do Teia d'Aranha julgo nem sequer ser necessário sublinhar que, aqui, a publicidade ( já que é à borla!) sou EU e apenas EU que a faço e, por isso, reservo-me igualmente o direito de a seleccionar.

 

Como se isso não fosse já motivo de sobra, quero comunicar a quem deixou a "publicidade"  que, a meu ver, ter apenas um post e cujo conteúdo é um vídeo, não será ainda razão suficiente para irmos desembestados ao blog em causa... Ok, eu até reconheço que o facto de prometer vir a abordar o tema "sexo" de forma regular é um atractivo que não podemos descurar, mas como é ainda apenas e só uma promessa... ficamos por aqui, pode ser?

 

Agora, já sabem: há que pedir com modos! É que além de parcial, tenho padrões de exigência, digamos, elevados...

 

E pronto, hoje, era só isto. 

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 15:10 | Comentar | Ver comentários (20)
Sábado, 27.06.09

O fim dos problemas amorosos à distância de um clic

 

Sentes-te só e encalhado(a)? A tua vida sentimental já teve melhores dias? Apesar das várias relações que já tiveste, ainda não encontraste a tua metade? 

Para saires da prateleira, estás a pensar meteres-te nas danças de salão ou colocares um anúncio no jornal ou ir ao programa do Goucha?

 

Não te martirizes mais! A solução para acabar definitivamente com a tua solidão está encontrada! Basta para isso ires... ao Hi5 (ou Aifibe para alguns)!!! Se não conheces ainda esse admirável mundo, trata já de o descobrir e cria a tua página! 

 

É que, caso ainda não saibas, o Hi5 tem agora mais uma funcionalidade chamada "Namoro"!!! E, quanto a mim, só peca por vir tarde e a más horas.

Como é que só agora se lembraram disso?! Como é que ainda ninguém tinha vislumbrado no Hi5 as enormes potencialidades de engate?! Tanta gente por aí largada, ao deus dará e sem aconchego... desnecessariamente!

Andava o pessoal  numa perda de tempo incrível a consultar os vários perfis dos utilizadores para ver quais os interesses musicais, literários, políticos e religiosos quando poderia muito bem estar a exercitar técnicas para saltar para a espinha de uma ou outra criatura!!!

Andava meio mundo a mandar mensagens do tipo "O que mais te fascina na obra de Tolstoi? Já visitaste a última exposição no Louvre sobre o Renascimento? Qual das óperas de Verdi mais te fascina: La Traviata ou Otello?", quando poderia poupar imensa retória e ir directo ao assunto: "Como é que é?! Queres ou não queres?"

 

Quanto a mim, vivo agora na esperança de o meu perfil se encher de comentários originais e denunciadores de uma enorme subtileza, perspicácia, inteligência acima da média e talento esmagador para a escrita... Até parece que já os estou a ler...

 

- " Adoro o teu olhar profundo! Bj"

 

- "Queres ser minha amiga? Adiciona-me: gandagustusão@hotmail.com"

 

- "Oi! Td bem ctg? Pareces ser muita fixe. Posso conheçerte?"

 

- "Ola, gostei da tua foto e do teu perfil, por isso decidi mandarte esta menssagem. Se quizeres deixa o teu mail para puder falar mais contigo. Jinhos"

 

- "Já reparei que temos duas coisas em comum: o gostares de praia e o facto de gostares de mar. Joca gande!"

 

 

Mal posso esperar...

  

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 22:17 | Comentar | Ver comentários (22)
Terça-feira, 23.06.09

Lição para quem não sabe fechar a matraca

 

 

 

 

Mensagem com dedicatória exclusiva para... James Blunt. Mas aplicável a muitas figuras da nossa praça (rua, avenida, local de trabalho, prédio...) e que só não enumero por manifesta falta de tempo.

 

Vou limpar as impressões digitais deixadas na arma e volto já.

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 20:03 | Comentar | Ver comentários (8)
Domingo, 21.06.09

Estava aqui a pensar...

 

Há quem diga diga que um blog é como um  filho. Vistas as coisas desse modo, o meu deve estar a passar pela crise da adolescência...

 

E eu não sei se o deixo continuar assim, isolado e de porta fechada, ou se lhe espeto duas galhetas bem dadas no focinho que o façam acordar para a vida...

 

Mas desconfio que o meu coração de manteiga me fará optar pela segunda hipótese.

 

 

(As próximas duas semanas ainda prometem muito trabalho e os posts serão quase telegráficos... Alguns poderão ser mesmos uma mera enxurrada de palavrões.  É isso ou deixar o blog às moscas.)

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 14:27 | Comentar | Ver comentários (28)
Quarta-feira, 17.06.09

Sem comentários

 

Porque há músicas (e letras) que os dispensam... 

 

 

 

 Disobey my own decisions
I deserve all your suspicions
First it's yes and then it's no
I dilly dally down to duo
But I've got no secrets that I babble in my sleep
I won't make promises to you that I can't keep

And you know that I love you
Here and now not forever
I can give you the present
I don't know about the future
That's all stuff and nonsense

I once lived for the future
Every day was one day closer
Greener on the other side
Yes I believed before I met you
But I soon learned your love burned brighter than the stars in my eyes
Now I know how and when, I know where and why

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 15:04 | Comentar | Ver comentários (8)
Sexta-feira, 12.06.09

Quando o calor aperta...

 

"... a sede desperta" era, há uns anos, o slogan que anunciava a chegada do Verão e de um produto qualquer. Penso que era do gelado Corneto, mas não tenho a certeza nem isso interessa agora.

 

O calor também me desperta a sede, mas traz a reboque uma vontade de não fazer nenhum que até dói! Vontade essa que sou obrigada a contrariar a toda a hora, sobretudo nesta altura em que o trabalho se reproduz como coelhos e, como se isso não bastasse já para eu subir pelas paredes, ainda me lembrei que era giro fazer uma formação que até me vai ocupar um ou outro sábado. A minha estupidez não tem limites... Por isso é que a produção escrita aqui no estaminé nunca esteve tão fraquinha. A falta de tempo tem sido, sobretudo, a grande culpada da minha ausência, pois vontade de escrever não tem faltado e assunto idem idem, aspas aspas...

 

E adivinhem sobre que tema me tem apetecido dissertar (?) Sobre os/as chamados(as) "coninhas" que se atravessam na nossa vida, que vêm de mansinho, como quem não quer a coisa...

 

Mas o que é um(a) coninhas?

 

Há já muito tempo, a Gaja deu a definição. Segundo ela, "Entenda-se por uma pessoa coninhas o seguinte (e aprendam comigo que eu não duro sempre) : Uma pessoa coninhas, por norma, nunca se chateia com nada. Podemos mandar-lhe três basaltos da calçada no meio da testa, gritar-lhe quatro ou cinco asneiras ao ouvido, que aquela carinha nunca muda de figura. Transporta sempre um sorriso parvo e um ar angelical. Uma pessoa coninhas nunca fala alto e acaba quase sempre as palavras que diz, em inhos e inhas. É típico desta espécie mostrarem aos outros o quanto as suas vidas são perfeitas....os filinhos....os maridinhos....as mulherzinhas.....a casinha.....o cãozinho......o carrinho.....".

 

Resumindo e concluindo, nesta definição, um(a) coninhas é alguém que nem caga nem desocupa a moita ou, em português mais rude, é quem nem fode nem sai de cima. É quem parece um(a) santo(a), mas de pau oco. É quem não avança nem recua. Não é doce nem salgado. É insípido. Sem gostinho nenhum. E normalmente desempenha esse papel a tempo inteiro.

Os(as) coninhas, encontramo-los(as) em todo o lado: no local de trabalho, nas filas de trânsito, nas repartições públicas... São os(as) que se juntam a nós nos protesto contra a entidade patronal, mas que lhe lambem as botas na primeira oportunidade, que fazem serões sem reclamar, sem um "ai" e ostentando o tal sorrizinho parvo como se se tratasse de uma imagem de marca; são os(as) que vão no meio da estrada a 20km hora e a travar; são os(as) que dizem  "sim" e passados cinco minutos "não" e dez minutos depois "não sei" ou "talvez"; são os(as) que respondem que estão óptimos(as), relaxadíssimos(as) e que a vida é linda e é sempre a "bombar" quando, na realidade, são donos de uma vida de merda e sem estórias para contar...

Mas há quem seja coninhas em part-time. Eu sou-o quando me dá jeito. E sobretudo quando dou de frente com alguém que pensa que sou mais coninhas do que ela própria. Nesses momentos, entro no jogo, não contrario e convenço-o(a) de que sou estúpida todos os dias e que, além de estúpida, sofro de miopia e de surdez, ou seja, que sou totalmente tapadinha, quase uma atrasada mental. Sendo assim, interpretar sinais e ler nas entrelinhas é algo que pareço não saber fazer. Mas sei. E demonstro até um talento especial nesse domínio. Sei juntar "pontas soltas"  e somar isto mais aquilo como pouca gente, se me permitem a falta de modéstia.

 

Se este post é algum recado? É.

Por que não o digo directamente à pessoa em causa? Porque é coninhas a tempo inteiro e eu seria obrigada a fazer um desenho. E esse é um talento com que não fui brindada.

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 22:35 | Comentar | Ver comentários (24)
Domingo, 07.06.09

Homens, abram a pestana!

 

No post anterior, dois comentadores (homens, portanto) insinuaram que eu teria tido a preocupação e o cuidado de ir à pedicure antes de tirar a foto. Essa observação ( e outras que já ouvi, provenientes do sexo masculino) obrigam-me aqui a fazer um pequeno esclarecimento, pois parece-me que alguns homens, por distracção ou desconhecimento, não se aperceberam ainda que a postura das mulheres em relação à sua aparência tem sofrido (e ainda bem) algumas alterações.

É verdade que,  e não há tanto tempo assim, muitas mulheres se arranjavam para agradar ao namorado, ao companheiro, ao amante... ao "gaijo", em resumo. E não é menos verdade que, uma vez conquistado o macho, esse cuidado com a sua aparência ia diminuindo gradualmente até, em inúmeros casos, acabar no desleixo total. E era vê-las envergando uma bata ou um fato treino comprado num hipermercado, uma roupa interior mal amanhada, rolos na cabeça e pantufas encardidas e gastas... Quero (muito) acreditar que esta imagem, fonte de muitos casamentos arruinados, esteja já em vias de extinção.

 

Hoje, caros amigos, a maioria do mulherio não vai ao cabeleireiro, à manicure, à pedicure, ao dentista; não tenta comprar roupas e adereços que a favoreçam; não vai ao ginásio ou faz dieta com o objectivo de, em primeira instância, vos agradar. E muito menos vai à depilação apenas quando surge no horizonte a promessa de uma noite de sexo escaldante! Sei que até gostariam de acreditar piamente que elas o fazem por vós porque isso vos alimentaria o ego e vos colocaria no pedestal de todos os desejos e atenções, mas... acordem!

Actualmente, as mulheres que se tratam, que se mimam, que se cuidam... fazem-no principalmente por ELAS! Para se sentirem bem com o seu corpo, para elevarem a sua auto-estima, para se valorizarem... É óbvio que se essa sua imagem agradar a quem as rodeia, tanto melhor! Mas a prioridade não são os outros... é ELA!

 

É apenas a minha opinião e, por isso, vale o que vale... Mas desconfio que não estou isolada e que muitas mulheres partilham dela.

 

Agora, permitam que me ausente. Tenho um banho à minha espera, uma esfoliação para fazer e uns cremes para passar no corpo...

 

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 23:25 | Comentar | Ver comentários (22)

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

 

  • E que tal ter tomates para dizer o que vai vem e o...
  • El meu marit i jo vam tenir la sort de tenir un pr...
  • Oláaa, alguém sabe onde se encontram...
  • Pode ser interessante...Para quem gosta e QUER esc...
  • Fiquei triste, admirava mesmo a forma como escrevi...

subscrever feeds