Sábado, 28.11.09

Quid pro quo...

 

Sendo este blog de uma "gaija", sei que até me ficaria bem falar das minhas experiências culinárias de sábado, da ida ao cabeleireiro, das lojas percorridas à procura de roupa muito "fashion"  e de adereços... e mais uma data que coisas a atirar para o "fofinho"... Só que se o fizesse, seria uma valente peta! Porque, à excepção das beringelas recheadas que me aventurei a fazer ( e que ficaram deliciosas, só para que conste!), tudo o resto é algo que me recuso a fazer ao fim-de-semana, sobretudo atrever-me a mergulhar em lojas a abarrotar de gajas que experimentam tudo o que serve e não serve! Além disso, para quê preocupar-me com trapos, se hoje só preciso do meu cachecol verde e onde pode ler-se SCP?

 

O post de hoje não traz, por isso, dicas de moda ou de maquilhagem, mas traz uma ideia completamente roubada daqui, que, por sua vez, também já a surripiou de um outro blog.

 

 

A ideia consiste em lançar-vos um desafio:

o de me colocarem uma pergunta qualquer que vos passe pela mona, mesmo que a achem "indiscreta".

 

 

Aviso que todas as perguntas obterão resposta. Preparem-se é para ela!

Quem se chega à frente? Quem é o/a destemido/a?

 

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 19:30 | Comentar | Ver comentários (46)
Quarta-feira, 25.11.09

O que é nacional (também) é (muito) bom

 

É tipicamente português menosprezar o que é nacional e achar que cá é tudo uma valente bosta. Não somos perfeitos, é uma verdade indiscutível.

 

Temos um sistema de saúde com imensas falhas; um custo de vida elevado, comparativamente aos ordenados da maioria dos portugueses; uma justiça de eficácia extremamente duvidosa; uma burocracia desmedida para resolução das coisas mais simples; uma corrupção instalada em quase todos os sectores e... fico-me por aqui.

Mas temos também, em vários domínios, gente com enormes capacidades e  espírito empreendedor que vai teimando em não arredar pé daqui para fora, apesar das poucas condições e apoios oferecidos. Temos produtos em condições de rivalizar com quaisquer outros (quem não prefere um bom queijo da Serra da Estrela ou de Azeitão em vez de um Camembert ou de um Roquefort? Um bom vinho alentejano em vez de um bordeaux?). Temos paisagens de uma beleza inigualável, que muitos nem se dão ao trabalho de descobrir, preferindo paragens longínquas e tropicais. Temos talentos reconhecidos nos vários campos artísticos, desde a literatura ao desporto. Temos o "desenrascanço", capacidade invejada por todos os outros povos e que parece fazer parte apenas dos nossos genes. E temos até a Saudade que, li eu algures, é a sétima palavra mais difícil de traduzir.

 

Não somos piores nem melhores do que ninguém.

Somos nós. Portugueses.

Gente com alma e coração. Com o coração demasiado perto da boca, eu sei, mas até nisso somos genuínos.

 

Pessoalmente, custa-me ouvir gente que reclama, que lastima, que pragueja por tudo e por nada, mas que não move uma palha para modificar, para melhorar. E, infelizmente, essa característica é também muito nossa. Muito tuga.

 

 

Orgulho. É talvez o que nos falta. 

 

 

 

(Ando apaixonada por esta versão do "Dancing in the Dark" de Bruce Springsteen, aqui interpretada por At Freddy's House. E não se deixem enganar... At Freddy's House é... "produto" nacional!)

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 21:00 | Comentar | Ver comentários (20)
Segunda-feira, 23.11.09

Private...

 

 

 

 

     Are you feeling better?

 

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 00:22 | Comentar | Ver comentários (27)
Quarta-feira, 18.11.09

Onde eu me fui meter...

 

18 de Novembro, 14h10m.

 

Chego ao meu local de trabalho e sou "assaltada" por dois colegas que, escondidos atrás de um armário, chamam por mim, gesticulando desesperadamente e sussurrando "estamos roucos!". Achei aquilo deveras estranho, mas lá fui eu, intrigada e de sobrolho franzido. Subitamente, um deles abre o armário, saca de um pequeno copo de plástico,  de uma garrafa e vai de me dar um belo "cálice" de jeropiga. Estava explicada a "rouquidão" e a "camuflagem" atrás do armário... É que álcool e trabalho, normalmente, não combinam.

 

Mal tinha eu acabado de emborcar a pinga, vem uma outra colega, de bolachinha de água e sal em riste com 3 quilos de doce de abóbora com nozes em cima, e "Teia, já provaste isto? Tá bom que se farta!" e vai de me espetar aquilo na boca sem sequer me dar tempo de recusar!

 

Depois deste episódio, passei o resto do dia a tentar sondar se, por acaso, ando com ar de quem está com uma desidratação ou desnutrição em último grau.

 

 

 

Agora, até tremo só de pensar que, amanhã, ao chegar lá, corro o risco de me enfiarem um leitão ou um arroz de cabidela pelas goelas abaixo , acompanhado de um garrafão de palhete...

 

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 20:41 | Comentar | Ver comentários (16)
Sexta-feira, 13.11.09

E numa sexta-feira 13...

 

... alguém acabou de colocar nas minhas mãozinhas... 500 euros (sim, são mesmo quinhentos!) para eu comprar o meu presente de Natal.

 

 

Só me falta decidir em que os hei-de gastar...

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 22:33 | Comentar | Ver comentários (35)
Sexta-feira, 06.11.09

Coisas da minha vidinha...

 

Apesar da minha fama de bicho do mato e da altivez que me atribuem, eu sou daquelas criaturas que gosta de dizer um sonoro "bom dia!". Tão sonoro que, lá no meu local de trabalho, me perguntam o que é que eu tomo de manhã para andar tão "speedada". Ou seja, eu sou daquelas que acha que cumprimentar  é o mínimo da boa educação. Mas nem sempre os nossos gesto de simpatia recebem troco, como se a surdez e a cegueira tomassem conta dos que cumprimentamos ou daqueles a quem cedemos passagem num fila de trânsito, por exemplo.

 

 

Mas hoje passou-se algo que, por já não ser habitual, me surpreendeu positivamente. Estava eu na caixa multibanco para liquidar uns pagamentos e, quando o faço, incomoda-me que alguém, que apenas deseja levantar dinheiro, seja obrigado a esperar uma eternidade.  E como já senti na pele a prolongadíssima seca, imposta por quem parece que vai fazer os pagamentos do bairro inteiro, dei a minha vez  às duas pessoas que lá se encontravam. Já o fiz outras vezes e já me arrependi outras tantas, por nem um simples "obrigado" me ter sido dirigido.

Hoje, para além desse "obrigado", tive direito a um "boa noite!", acrescido de um simpático "bom fim-de-semana!".

 

Não sei se era de mim, mas pareceu-me que, esta sexta-feira, a simpatia andava à rédea solta...E nem a chuva lhe cortou as asas.

 

 

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 23:56 | Comentar | Ver comentários (4)
Quarta-feira, 04.11.09

Ando numa de contabilidade...

 

- 6 da manhã... a hora a que me levanto ultimamente

 

- 120 a 130 km... a velocidade que o meu carro atinge, quando era suposto não passar dos 70

 

- 4 cafés (no mínimo)... durante o horário laboral

 

- 10 a 12 horas de trabalho... na maioria dos dias

 

- vários almoços ingeridos à pressa, alguns tendo como menu uma maçã e um iogurte

 

- caralhadas proferidas... perdi a conta.

 

 

 

Tudo bem somadinho daria para meter um belo de um atestado médico, alegando total perda das minhas faculdades mentais e físicas.  

Mas não vou por aí. Porque se contabilizar os sorrisos, as gargalhadas e os disparates trocados... o saldo revela-se positivo.

 

A alegria no trabalho faz mesmo toda a diferença.  

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 00:43 | Comentar | Ver comentários (15)

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

 

  • El meu marit i jo vam tenir la sort de tenir un pr...
  • Oláaa, alguém sabe onde se encontram...
  • Pode ser interessante...Para quem gosta e QUER esc...
  • Fiquei triste, admirava mesmo a forma como escrevi...
  • É pena! O que aqui encontrei foi um regalo para os...

subscrever feeds