Impropérios, despautérios... e outras coisas acabadas em -érios, mas de que não me lembro agora

 

Avisam-se os estimados leitores que, a partir de hoje, este blog passará a contar com uma nova rubrica, cujo nome figura no título deste post. 

 

 

Impropério:acusação ultrajante, censura áspera.

 

Despautério: grande tolice, disparate enorme.

 

 

Sim, eu sei que os disparates no blog são já uma constante e que a censura áspera também tem marcado presença, mas apeteceu-me ter um cantinho reservado só para isso. Mania das arrumações, estão a ver?

 

Mas hoje queria pedir-vos que a inauguração da rubrica fosse feita por vós (sim, por ti... que neste preciso momento estás a devorar cada uma destas palavras!).

Que os disparates, as acusações sejam vossos! Que nos comentários revelem disparates que já tenham feito, que partilhem aquilo que vos irrita, que vos dá aquela vontade de ir às trombas deste ou daquela, que acusem quem vos apetecer (o patrão, o/a vizinha, a sogra ou o sogra, a/o amante, o marido ou a esposa, o/a ex, o cão ou a cadela... e o diabo a sete...).

 

Come on... give me your best shot!

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 21:47 | Comentar