Sábado, 05.12.09

Ai que vem aí o "Cristemas" e eu também sou filhinha de Deus

 

Seria bem feminino colocar aqui uma data de sugestões para presentes de Natal, onde constariam sapatos, botas, relógios, cremes para tudo e mais alguma coisa ainda, eyeliner, livros que estão na moda, roupa, malas, perfumes, acessórios, telemóveis cor de rosinha, pc's cor fucsia e tantas outras coisas que gaja que se preze pedincha e cujo preço daria para encher a despensa de umas dezenas de famílias que comam tanto como o Fernando Mendes.

Facilitaria até muito a vida de quem pensa presentear-me, se também espetasse aqui o nome e morada das lojas onde poderiam adquirir todas essas  fofuras que a maioria do mulherio anseia ver debaixo do pinheirinho de Natal.

 

Mas já deu para perceber que não vou fazer nada disso, não deu?

 

Pois é... Aqui a Teia vai apenas suplicar ao Menino JAsus ou ao Pai Natal ou ao Papai Noel -ou quem quiser ocupar o lugar de todos eles- que me coloque na botinha (que eu não sou virada para sapatos) apenas isto ( e pode até vir sem lacinho, ok?):

 

 

Se acham que é pedir muito, eu também sou mulher para ficar assim... digamos... a dar gritinhos histéricos e aos pulos, caso resolvam dar-me apenas um bilhetinho para ver a 1ª banda que já confirmou a presença (a 27 de Maio) no Festival, ou seja,estes senhores:

 

 

 Vá lá... cubram-se com toda a generosidade natalícia possível e abram os cordões à bolsa! Afinal, não deve custar tanto como uns Louboutin...

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 19:21 | Comentar | Ver comentários (18)
Sexta-feira, 20.03.09

E se enfiasses o cartão num sítio que eu cá sei?

 

Eu gosto de receber presentes. Gosto. Mas o que mais me agrada nessa demonstração de carinho, de estima, de apreço é quando ocorre sem motivo algum, sem assinalar qualquer data ou acontecimento. Dar por dar apenas. Só porque alguém se lembrou de  mim. E, por incrível que pareça, há quem se recorde da minha existência. Há quem faça questão de sublinhar que sou "especial".

Hoje, ao abrir a minha caixa do correio, lá estava mais uma prova do quanto eu sou importante. Tirei foto e tudo para que o facto ficasse registado para a posteridade.

Como adoro sentir-me assim... mimada! Pela minha família, pelos meus amigos, pelas pessoas com quem mantenho laços de afectividade.

Agora, quem disse à puta da Caixa Geral de Depósitos que ela faz parte desse leque de pessoas?! Quem a convenceu disso?!

E tem mais: presentear-me com uma tonelada de papéis  com o objectivo de me levar a aderir à porcaria de um cartão que eu jamais pedi, não me faz propriamente sentir especial! Sobretudo se tivermos em conta que todo aquele merchandising é pago por todos os contribuintes! Belo exemplo de esforço de redução de despesas, vindo de uma entidade bancária que se diz do estado!

 

Darem-me presentes que eu própria paguei... não, obrigada! Reduzam-me é a prestação mensal do meu empréstimo e parem de esbanjar dinheiro em merdas!

 

Não ficaria muito mais barato ligarem-me a perguntar se estou ou não interessada em determinado serviço?

 

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 16:49 | Comentar | Ver comentários (15)
Quinta-feira, 24.07.08

Ah, pois é! Hoje calha-me a mim...

 

Não sou dada a festejos no meu aniversário. Nem sequer guardo memória da última festa que tenha organizado para assinalar a data. Recordo apenas duas épocas bem distintas: uma em que, ainda pequena, festejei em pleno areal da praia, com os amiguinhos das barracas vizinhas; e outra, já mais crescidinha, na Madeira, em que os convidados do casamento de um amigo meu foram "obrigados" a cantar-me os "Parabéns a você..."

Normalmente, é até um dia em que fico na dúvida se atendo o telefone, se saio, se abro a porta de casa ou se simplesmente me enfio dentro do roupeiro fazendo figas para que o dia passe a correr. Regra geral, a última opção é a eleita.

Mas, este ano, resolvi que a coisa teria de ser diferente. Por isso, não me vou fechar no roupeiro, mas sim na despensa, que sempre é maior e tem comidinha!

Aniversário que se preze faz-se acompanhar, quase sempre, de uns presentes... Há quem, como uma criança, arda de impaciência à espera de ser submerso em embrulhos. Não é o meu caso, a não ser que desconfie que possam vir aí livros ou música. Dá-me mais gozo oferecer ou receber "fora d'época" e a propósito... de nada... só porque sim...

Por isso, esqueçam as jóias (que nem uso), o carro topo de gama, o apartamento no condomínio de luxo e o cruzeiro de 180 dias... Mas, se insistirem muito, posso dar-vos, por via a combinar, o meu NIB...

 

O que eu quero mesmo, hoje, amanhã e nos anos que possa ainda viver é...

... o amor sem reservas dos familiares que sempre estiveram e estão presentes no meu dia-a-dia e que me têm ajudado a ser aquilo que sou hoje;

... o apoio, a compreensão, a capacidade para me apontar os erros e o afecto dos meus amigos de sempre, mesmo dos que a geografia teima em distanciar. 

 

Mas quero mais de mim. Quero continuar...

... a ter força e determinação para lutar por aquilo que ambiciono e para me levantar a cada rasteira que a vida me pregar;

... a ter discernimento para tomar as opções mais correctas e para agir sem nunca trair os meus princípios e valores;

... a não desiludir quem conta comigo e quem em mim confia;

... a ser igual a mim própria, com os meus defeitos e virtudes, mas sobretudo sem nunca perder a capacidade de melhorar a cada dia e sem abdicar da minha liberdade de agir e de pensar.

 

No fundo, no fundo... quero continuar e ser a TEIA... para a maioria de vós, a BETA.... para os amigos, a Bétinha... para a família (vá, vá... acabem lá com a risada!)

 (Queen - These Are The Days Of Our Lives)

 

Sinto-me: ligeiramente mais velha...
publicado por Teia d´Aranha às 00:24 | Comentar | Ver comentários (48)
Terça-feira, 06.05.08

Vão armar-se em ranhosos e dizer-me que não?!

Por norma, sou uma "gaija" que gosta de programar as coisas com alguma antecedência. Não daquelas "mete-nojo" que seis meses antes já têm tudo anotadinho na agenda e que ficam com azia se algo não corre como programado ou se há um imprevisto de última hora.

Confesso até que gosto de coisas "à la dernière minute", em cima do acontecimento... Dá aquela adrenalina e corta com a rotina da vidinha.

Mas, hoje, resolvi comportar-me direitinho e preparar, desde já, algo que só acontecerá daqui a dois meses e pico... E porquê? Para que depois não venham com desculpas de caca, do género: "Epá, podias ter dito mais cedo!" ou "Ah, caraças, agora estou com falta de dinheiro... não posso fazer grandes gastos..."

Para aqueles que ainda ignoram onde quero chegar, vou ser curta e grossa! Em Julho é o meu ANIVERSÁRIO e, este ano, quero que seja especial.

E além de querer que seja especial, também estou farta de receber panos de cozinha a fazer "pendant" com aventais, jarras da suposta dinastia Ming e livros sobre 1011 formas de cozinhar bacalhau (Pura perda de tempo! Se existe aquela rápida receita, terminada em "-eta", em que basta desfiar em cru o dito cujo e juntar uns temperos... para quê complicar?!)

Mas vamos ao que interessa! Pus-me a pensar nos presentes que realmente me  fariam arregalar os olhos de contentamento, me encheriam as medidas... Estão a seguir o meu raciocínio? Vai daí, e só porque sei que, através do blog, já conquistei amigos que são donos de uma generosidade sem precedentes e que não olham a meios para me agradar... pensei nisto:

 

 

 

Sinto-me: a preparar o "terreno"...
publicado por Teia d´Aranha às 02:36 | Comentar | Ver comentários (47)

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

 

  • El meu marit i jo vam tenir la sort de tenir un pr...
  • Oláaa, alguém sabe onde se encontram...
  • Pode ser interessante...Para quem gosta e QUER esc...
  • Fiquei triste, admirava mesmo a forma como escrevi...
  • É pena! O que aqui encontrei foi um regalo para os...

subscrever feeds