My way

 

Nem sempre sei quando devo parar.

 

Nem sempre controlo a minha impulsividade.

 

Nem sempre as minhas palavras são meigas ou as esperadas.

 

Nem sempre consigo evitar ser dura e crua.

 

Nem sempre estou disposta a apenas ouvir.

 

Nem sempre sou condescendente ou tolerante.

 

 

Nem sempre.

E hoje foi mais um desses dias.

 

E não é algo de que me orgulhe. É a minha natureza.

 

 

publicado por Teia d´Aranha às 00:11 | Comentar | Ver comentários (42)