Shame on me

Dizem que de Espanha "nem bons ventos... nem bons casamentos", mas chegam bons desafios! Eu explico: uma menina que se encontra desterrada naquelas paragens, a Leuviah, achou por bem vingar-se da minha pessoa e, em vez de me enviar uns churros ou um torrão de Alicante, toca de me lançar um desafio! Este consiste em revelar coisas de que me envergonhe... (Obrigada, Leuviah, por teres arquitectado um plano infalível para acabar com o que de positivo ainda restava da minha imagem!)

Mas não vamos adiar o inadiável e toca de pôr a minha vidinha ao sol e tudo o que de "podre" ela encerra. Eu até poderia fazer-me de forte e dizer: "Epá, não tenho coisas de que me envergonhe e derivado disto e daquilo...", mas há! Há coisas que não confessei sequer às paredes, por isso sintam-se privilegiados por serem os primeiros a quem revelo que:

 

- não sei nadar. Já tentei várias vezes, cheguei mesmo a experimentar com uma bóia em forma de pato e com umas braçadeiras que me calharam numa promoção da Nesquik e... foi um fiasco!

- comentei uma vez que gosto muito de futebol e que sou daquelas que ouço o relato no carro, caso esteja a decorrer um jogo que me interesse particularmente... Olharam para mim como se de um E.T. se tratasse. Pelos vistos, é suposto uma "gaija" não fazer coisas dessas!

- sou dependente de chocolate. Chego a revistar a casa de ponta a ponta na esperança de encontrar um chocolatinho esquecido, um quadradinho que seja... Em caso de desespero, o de culinária também marcha!

- gosto de Bon Jovi, mas dos Bon Jovi pós-corte de cabelo. Pronto, confessei! Quando acabarem de rir, podem ler o resto, por favor?

- ando sempre com um caderno ou bloco de apontamentos atrás, onde anoto coisas de que não me quero esquecer, como o nome de uma música, de uma banda, uma ideia para um post ou uma simples compra de supermercado. Por vezes, até o faço enquanto vou a conduzir...

- até na casa-de-banho gosto de ouvir música e costumo ter  lá um leitor de cd's e uns quantos cd's que me apresso a retirar e a levar para um sítio mais convencional quando alguém vem cá a casa...

- não sou de chorar facilmente em situações "reais", no entanto, já dei comigo, não raras vezes, a limpar disfarçadamente lágrimas provocadas por um filme ou por uma música... E fico fula comigo mesma quando isso acontece! Pelos vistos, tenho um lado sensível e lamechas... típico de "gaija"...

- lido mal com certo tipo de elogios porque... me fazem corar... E como odeio corar! E depois há sempre quem diga: "não precisas de corar!". Pior ainda! Nunca digam isso a alguém que core! É que, aí, coramos a dobrar!

- embora só o faça quando estou sozinha... lambo (que mal que soa!) as tampas dos iogurtes, rapo com o dedo a taça com resto da massa de bolo e nem a lata de leite condensado escapa! Sei que é feio e mais não sei o quê, mas sabe-me tãooo beemmm...

- detesto ser fotografada! É um verdadeiro frete, quase suplício! Abomino aquela cena da pose e do sorriso fabricado para a posteridade! Quem quiser que me "apanhe" sem que eu dê conta, caso contrário... no way!

 

Pronto, agora que denunciei todas (quase todas...) as coisas sórdidas, repugnantes e nojentas que ilustram a minha vida... era suposto passar o desafio. Era suposto... mas não o vou fazer, pois o último desafio que gentilmente transferi a seis pessoas, só três o cumpriram... Curiosamente, foram os "gaijos" que se estiveram borrifando para ele... As meninas responderam e de forma brilhante! Por isso, pessoal, quem quiser... sinta-se desafiado! E para terminar, eis uma música que ouço muitas vezes, mas que ninguém sabe... ou melhor... não sabia... e que representa o meu estado de espírito em muitas ocasiões...

 

(Stone Sour - Zzyzr Rd.)

 

Sinto-me: quase envergonhada...
publicado por Teia d´Aranha às 23:44 | Comentar | Ver comentários (32)